ORGANIZAÇÃO DO CURSO

O curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Ensino de Ciência e Tecnologia visa a suprir uma crescente demanda surgida com a expansão do ensino no país.

Esta especialização tem como objetivo proporcionar qualificação científica e formação profissional nas áreas de ensino, promover a atualização curricular acerca do conhecimento científico e tecnológico contemporâneos, no sentido de elevar a capacidade de elaborar novas estratégias e processos de entender, questionar e utilizar os conhecimentos científicos e tecnológicos, a fim de contribuir para melhoria do processo de ensino/aprendizagem em seus diversos níveis.

O público alvo desta especialização é o profissional com formação superior, licenciado ou não, preferencialmente que atue como docente. Pretende-se com essa formação que este curso possa contribuir para o desenvolvimento social do profissional e no próprio processo de crescimento intelectual dos indivíduos.

O curso terá vigência máxima de 30 (trinta) meses, sendo que a integralização dos componentes curriculares e a preparação e defesa do trabalho de conclusão do curso dependerá da disponibilidade do estudante e deverá ocorrer dentro deste prazo.

Será ofertado semestralmente 4 (quatro) componentes curriculares, sendo 2 (dois) obrigatórios e 2 (dois) optativos, conforme a disponibilidade do corpo docente e demanda dos estudantes. Deste modo, a oferta de componentes curriculares optativos fica condicionada ao número mínimo de 5 (cinco) estudantes.

Estes componentes curriculares serão ofertados por corpo docente especializado em diferentes formações e áreas de estudos, todos licenciados e/ou pós-graduados na área de educação, em consonância com os requisitos exigidos pelo “Art. 9º O corpo docente de cursos de pós-graduação lato sensu deverá ser constituído, necessariamente, por, pelo menos, 50% (cinqüenta por cento) de professores portadores de título de mestre ou de doutor obtido em programa de pós-graduação stricto sensu reconhecido” da Resolução CNE/CES nº 1, de 3 abril de 2001.

Cada componente curricular deverá contar com 2 (dois) docentes que trabalharão de forma a construir o conhecimento educacional teórico e prático, ainda que nem todas as disciplinas contemplem atividades práticas, mas versarão sobre experiências conhecidas e relatadas em ambientes de ensino.

Para obtenção do obtenção do título de Especialista em Ensino de Ciência e Tecnologia, o estudante deverá cursar um total de 360 horas, distribuída da seguinte maneira:

  • 200 horas de componentes curriculares obrigatórios:
  • 160 horas de componentes curriculares optativos;

Além desta carga horária distribuída em componentes curriculares obrigatórios e optativos, o estudante deverá desenvolver as seguintes atividades:

  • 15 (quinze) horas de atividades de estágio supervisionado;
  • 15 (quinze) horas de atividades complementares;
  • Trabalho de Conclusão de Curso – TCC na forma de Artigo.

Cabe destacar que, de acordo com o § 3º do artigo 28, da Resolução n. 09/2014, o estudante que não apresentar ou tiver desempenho insatisfatório no Trabalho de Conclusão de Curso, e que tenha cumprido todos os componentes curriculares, terá direito ao certificado de aperfeiçoamento no total de 360 horas.