JUSTIFICATIVA DA PROPOSTA

O Instituto Federal do Paraná em seu ato de educar, possui um papel fundamental, assumindo o compromisso de repensar a educação de forma dinâmica, pois se a sociedade, a ciência e a tecnologia modificam-se constantemente, a educação necessita adequar-se às novas exigências oriundas dessas mudanças.

Portanto, a sociedade exige docentes capazes de trabalhar de forma coerente com as estruturas de pensamentos determinadas pela ciência e pela tecnologia, relacionando-as com a realidade educacional e social, ao mesmo tempo em que saibam dar tratamento adequado à interdependência de conteúdos e disciplinas.

Sendo assim, exige-se que possibilitem aos cidadãos os conhecimentos, habilidades e competências para que possam atuar nesta sociedade cada vez mais dinâmica. Entretanto, devemos observar mais atentamente a atuação docente nas mais variadas instituições e nos diversos níveis de ensino.

Neste sentido, faz-se necessário avaliar se docentes encontram-se preparados para assumir o desafio de elevar o padrão educacional nacional, favorecendo a construção do conhecimento científico e tecnológico, ao adotar uma postura crítica-reflexiva perante estes conhecimentos.

Assim, uma das metas do IFPR é contribuir para a capacitação docente e promover uma formação voltada aos Institutos Federais, com foco em Ciência e Tecnologia, a qual capacitará estes docentes para formar estudantes com senso crítico, com vistas ao estudo e resolução de problemas provenientes do sistema produtivo, concentrando esforços em trabalhos práticos, respaldados por um embasamento teórico consistente.

Contudo, esta proposta visa a agregar a docentes oriundos das áreas de Educação, Ensino, Ciências e áreas afins, a qualificação científica e profissional de professores nas áreas de Ensino. A proposta é elevar a capacidade docente de elaborar novas estratégias e processos de entender, questionar e utilizar os conhecimentos científicos e tecnológicos, a fim de contribuir para melhoria do processo de ensino/aprendizagem em seus diversos níveis de ensino.

Além disso, cabe também apresentar o contexto regional, no qual o Campus está inserido, Telêmaco Borba é um município paranaense localizado no centro-leste do Estado. Foi emancipado do município de Tibagi em 21 de março de 1964. Segundo a classificação do IBGE (2016), o referido município situa-se na mesorregião 5, intitulada Centro-Oriental (AMCG, 2016). A microrregião, de acordo com o IBGE compreende os municípios de Imbaú, Ortigueira, Reserva, Tibagi e Ventania.

O Campus Telêmaco Borba tem seu início com a adesão do Município de Telêmaco Borba à chamada pública MEC/SETEC 001/2007 responsável pela expansão da 2ª fase da Rede de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O documento indicou Telêmaco Borba como município prioritário para contemplar uma unidade do Instituto Federal, por estar inserido em uma região de escassez na oferta de Educação Profissional pública e gratuita.

Essa escassez de oferta educacional na região, também é percebida no Ensino Superior, onde atualmente na modalidade presencial é ofertado apenas pelo IFPR e um polo avançado da UEPG, como instituições públicas e na rede privada, as oportunidades também são escassas, restringindo-se à atuação na modalidade presencial à Faculdade de Telêmaco Borba (FATEB) e SENAI e na oferta de Educação à Distância, as instituições UNINTER, UNIDERP, UNIGRAN.

Importante considerar, neste contexto, que a cidade de Telêmaco Borba, e sua região, contam com alguns cursos de licenciaturas, em instituições públicas como o IFPR onde é ofertado o curso de Licenciatura em Física, no polo avançado da UEPG, onde é ofertado os cursos de Licenciatura em Letras Português/Espanhol, Pedagogia e Matemática, na rede privada apenas a FATEB oferta o curso de Licenciatura em Pedagogia.

Portanto, tal como apontado, a cidade conta com alguns cursos de licenciaturas, o que se configura em potencial público que poderá se beneficiar da presente proposta. Além disso, a educação básica, técnica e tecnológica da região possui grande número de professores que serão contemplados em sua formação continuada, especialmente pelo viés científico e tecnológico que o curso pretende empregar.

Dessa forma, ao analisar o contexto regional, no qual o Campus de Telêmaco Borba está inserido, percebemos que a região carece de cursos presenciais de pós-graduação lato sensu na área de Educação, que tenha como objetivo precípuo a formação continuada de professores da educação básica, técnica e/ou tecnológica.

Além disso, é possível perceber também que os docentes oriundos das diversas instituições de ensino necessitam desenvolver reflexões que envolvam o processo ensino/aprendizagem e resultem no desenvolvimento de perspectivas pedagógicas que possam auxiliá-los em sua formação/ atuação no processo educacional.

Assim, considerando a formação dos docentes do Campus Telêmaco Borba e as carências profissionais da região, submete-se esta proposta para a implantação da Especialização em Ensino de Ciência e Tecnologia.

Esta especialização visa a constituir-se num espaço para o exercício dos diálogos inter e multidisciplinares, promover a formação profissional mais adequada às exigências de uma área em constante transformação, que exige cada vez mais uma atividade reflexiva, crítica e inovadora aplicada diretamente a atuação profissional do docente, na produção de conhecimento diretamente associado a prospecção de problemas e soluções para o ensino/aprendizagem dos conhecimentos científico-tecnológicos.